1

DIA DA EBD

MOBILIZE A SUA IGREJA PARA O DIA DA ESCOLA DOMINICAL.


No 3º domingo de Setembro comemoramos o dia da escola dominical, quando as igrejas realizam eventos para conscientizar seus membros sobre a importância de se estudar a Palavra de Deus.
Com a crescente proliferação de seitas e heresias, fica cada vez mais importante a participação da igreja na Escola Dominical, a fim de que esteja preparada para identificar e refutar os falsos cristos e profetas que estão surgindo,querendo desviar o povo de Deus, conforme já profetizava Mateus, no capitulo 24. e versículo 24.
Muitas pessoas indicam varias desculpas parta não freqüentarem a Escola Dominical. Apesar de todas a objeções , muitos crentes sedentos do evangelho tem conseguido contorná-las e dirigir-se para a igreja todos os domingos pela manha juntamente com suas famílias.
Veja como organizar um grande  evento de Escola Dominical!

 Antes do Evento:
1.       Veja qual foi a freqüência nos últimos trimestres. Elabore um cartaz com um gráfico e exponha em um lugar visível para todos. Acrescente nele uma meta: “vamos dobrar o numero de alunos no próximo ano”, “vamos crescer 20% a cada trimestre”.
2.       Organize a campanha “freqüente a Escola Dominical”. A CPAD dispõe de vários cartazes que poderão lhe ajudar na divulgação da campanha.
3.       Mobilize todas as classes.
4.       Faça uma propaganda maciça nos cultos á noite. Durante todo o mês de Setembro , convocando as pessoas para participarem da ED. É possível que alguém tenha um testemunho interessante sobre como ED teve papel importante em sua vida. Em cada culto noturno, uma das classes apresenta uma forma diferente de convidar as pessoas. Aproveite para distribuir panfletos convidando todos os membros para o evento.
5.       Envie cartas para pessoas que não estão freqüentando a ED. Convidando – as para retornar as classes.
6.       Programe no inicio do mês. Visitas dos professores aos faltosos para estimulá-los a comparecer à ED, principalmente no dia 15 de Setembro, quando haverá uma programação especial.As visitas devem ser acompanhadas pela secretaria da ED, a fim de que seja montado um relatório onde o superintendente poderá acompanhar se a iniciativa está tendo sucesso.
Agora no dia do EVENTO:
1.       Monte um bonito painel acima do púlpito da igreja. A respeito da Escola Dominical. Use o versículo – chave,“Transformai-vos pela renovação do vosso entendimento”,Rm 12.2 .
2.       Faça também um painel de fotos,  mostrando a Ed em outros anos.  E não esqueça de fotografar todas as classes neste dia.
3.       Peça par que os alunos venha um pouco mais cedo,  para orar para que nada impeça que as pessoas convidadas venham para o evento.
4.       organize um belo café da manhã para toda  a igreja,  ou, se preferir e sua igreja tiver condições faça um almoço após a ED.
5.       após o café , todos devem retornar para o templo , onde a ED deve prosseguir normalmente. Durante a aula, os professores devem expressar satisfação pela presença de pessoas que não costumam freqüentar a ED; distribuir cartões com mensagens do tipo:”Sua presença nos trouxe muita alegria. Participe conosco da Escola Dominical! Teremos imenso prazer em tê-lo conosco todos os domingos.
6.       Reúna todos no templo, após o encerramento das classes  , para um fechamento da lição . Convide um pastor ou professor ilustre para que fale sobre a importância de estudar a palavra de Deus.
7.       Fale um pouco sobre a historia da ED ,no Brasil e em sua igreja.
8.        Apresentação, a) Convide jovens e/ou crianças para que apresentem um jogral. b) A classe de discipulado deve ter um oportunidade. Geralmente essa é uma das classes mais animadas e aplicadas da igrejas. c) Cada classe poderia elaborar um cartaz falando sobre a ED.
9.       Presentei com Medalhas, diplomas ou lembrancinhas diversas pessoas : aluno e professor mais assíduo; família com maior numero de freqüentadores da ED; aluno e professor mais antigos; aluno mais idoso,(realce que não importa a idade , todos precisam freqüentar a ED); aluno e professor mais dedicados; classe com maior percentual de freqüência ; classe com maior quantidade de ofertas  etc. Repita isto todos os anos.
10.     A superintendência devera apresentar um relatório sobre o crescimento da eD, nos últimos 12 meses e colocar novas metas para o próximos três meses , que culminara na gincana de natal . distribuas tarefas para que as classes se prepararem nos próximos três meses.
Após o EVENTO:

1.       Envie cartas agradecendo a presença das pessoas que atenderam ao convite e estimule-as a continuar freqüentando . Fale a respeito da gincana.
2.        Faça um balanço, no final do ano para verificar se a igreja conseguiu atingir a meta estipulada. Lance novos desafios para o ano seguinte , envolvendo também as congregações.
3.       Divulgue o que mudou após o empenho da igreja para a todos a ultrapassar novos desfios.
4.       Gincana de Natal – no último domingo do ano ( dia 29 de Dezembro), a ED poderá realizar uma grande gincana  para fechar o trimestre e o ano . Esta gincana pode colaborar, não só para a melhoria da ED. Como também ajudar outros departamentos (infantil, Assistência Social etc.)
Veja as dicas de tarefas e utilize aquelas que melhor se adequarem à sua igreja.

  • Premio para as classes que conseguirem atingir as metas estipuladas em Setembro.
  • Gincana de perguntas sobre a lição do 4º trimestre , ou algum outro tema que envolva adultos jovens e adolescente. Providencie um bom premio para o ganhador.(ou classe ganhadora)
  • Cada classe montará barracas de doces , as;gados e refrigerantes e sucos variados para animar a gincana . parte da venda pode se doada à ED para compra de material. Faça um concurso da barraca mais enfeitada a mais animada, a mais sortida,a comida mais gostosa etc.
  • Arrecardar roupas ou brinquedos – que será doados ao departamento  de assistência social da igreja ou instituição de caridade do bairro . você também  pode montar um bazar, cuja verba seja aplicada na ED.
  • Arrecardar alimentos ano perecíveis  - os alimento arrecadados no final do ano podem ser usados em obras sociais ou para preparar almoços cuja venda reverta para compra material e equipamentos par Ed.
  • Arrecardar material escolar que será usado  pelo o departamento infantil.
  • Faça um exposição  de trabalhos manuais sobre o tema das revistas dos trimestres estudados.
  • Desfile pelas ruas do bairro com cada classe da ED. O desfile despertara a vizinhança para participar da ED de sua igreja . Convide a banda de musica para participar , que pode terminar com um grande culto evangelístico na principal praça da cidade.
  • Concurso de musica ou poesia – OS TEMAS SEMPRE DEVEM GIRAR EM TORNO DA ED.
Professor de ED:
 Marcos André Gomes de Andrade  

Fonte:www.escoladominical.net


AS DEZ BEM-AVENTURANÇAS DA ESCOLA DOMINICAL


 

1. Bem-aventurado o aluno que não falta a Escola Dominical

2. Bem- aventurado o aluno que está à hora certa, na Escola dominical

3. Bem- aventurado o aluno que traz consigo a sua Bíblia à Escola Dominical.

4. Bem- aventurado o aluno que traz sempre a lição estudada.

5. Bem-aventurado o aluno que pratica o que aprende na Escola Dominical.

6. Bem-aventurado o aluno que dá lição prática na Escola Dominical.

7. Bem-aventurado o aluno que traz outros à Escola Dominical

8. Bem-aventurado o aluno que consagra amor à sua Escola dominical.

9. Bem-aventurado o aluno que contribui com suas ofertas para Escola dominical.

10. Bem-aventurado o aluno que ora com fervor pela Escola Dominical.



Entrevista com Dona ESCOLA DOMINICAL

(texto publicado na revista Voz Missionária adaptado por Rosete de Andrade)

( Entra um grupo de crianças):

Criança: Dona Escola Dominical, sabemos que hoje é seu aniversário. Queremos lhe dar os parabéns e também conversar... podemos fazer uma entrevista?

Escola Dominical: Pois não, meus alunos e alunas! Que bom vocês terem lembrado! Sentem-se e digam o que vocês gostariam de saber?

( As crianças se sentam e cada uma pega papel e lápis, como se fossem anotar a entrevista).

Criança: Gostaríamos que a senhora nos contasse um pouco sobre sua origem.

Escola Dominical (deve ser acompanhada com música bem suave):
- Ah... isso foi há muito tempo lá na Inglaterra. Era o ano de 1769. Eu nasci do sonho de uma jovem metodista chamada Hanna Ball. Nasci do amor, e do compromisso dos metodistas com a criançada empobrecida do século XVIII. Hanna, apoiada pelo Pastor John Wesley e muitas outras educadoras metodistas, que foram colaborando com o movimento, desenvolveram formas inéditas para alcançar essas crianças.
Era um tempo difícil, as famílias eram numerosas e trabalhavam muitas horas por dia. As crianças também trabalhavam de segunda a sábado. No domingo, único dia em que estavam livres do pesado trabalho, perambulavam soltas pelas ruas.
Hanna resolveu então juntar essas crianças no domingo para ensinar sobre o amor de Deus. Além da Bíblia, ela as ensinava a ler e escrever, ensinava também matemática e dava-lhes noções de higiene.

Criança: Tudo isso na Escola Dominical?

Escola Dominical: É, naquele tempo somente as crianças filhas das famílias mais ricas iam para a Escola, por isso a preocupação de ministrar todos esses conteúdos. As crianças passavam praticamente todo o dia de domingo aqui, na Escola Dominical.

Criança: Gente, que legal. Eu não sabia que a Senhora tinha nascido na nossa Igreja Metodista... Como foi que se espalhou o movimento?

Escola Dominical:
Bem, o tempo foi passando, o grupo foi crescendo e aos poucos os resultados começaram a aparecer. Aqueles encontros começavam a fazer diferença na vida daquelas crianças! As pessoas viam os bons resultados e passavam a acreditar e apoiar o projeto. Foram surgindo outros grupos, outras Escolas Dominicais!!
Em 1780, um outro jovem chamado Roberto Raikes, jornalista em Gloucester, também na Inglaterra, deu um grande impulso ao movimento das Escolas Dominicais. Ele herdou de seu pai um jornal e a situação dos meninos jornaleiros começou a preocupá-lo: tão pequenos e já trabalhando; vendendo seu jornal muitas vezes na chuva e no frio. Sem instrução, crescendo nas ruas em meio a vícios e crimes...
Robert sentiu um profundo desejo de ajudá-los. Ele queria contribuir para que aquelas crianças tivessem alguma oportunidade de se tornarem pessoas úteis e felizes.
Assim, começou a reuni-los na Escola Dominical. Quatro anos depois, Robert Rakes recebeu o título de "Benfeitor dos Pobres", e já haviam Escolas Dominicais espalhadas por toda a Inglaterra.

Criança: Puxa, deu resultado mesmo, heim? E no Brasil, quando começou? Como foi que aconteceu?

Escola Dominical: Ah, no Brasil, a nossa primeira Escola Dominical também se deve à Igreja Metodista. A primeira Escola Dominical em nossa terra foi fundada pelo Rev. Justin Spauding, um missionário metodista, em junho de 1836. Infelizmente ele teve de retornar aos EUA e as reuniões da Escola Dominical foram suspensas. Quase 20 anos depois, em 1855, foi que o missionário congregacional Robert Kalley, fundou sua escola Dominical em Petrópolis.
Os metodistas também foram os pioneiros na publicação de revistas para a Escola Dominical. O missionário metodista John James Ransom, que retoma o trabalho metodista no Brasil em 1875, além de fundar o jornal Expositor Cristão, publica também logo depois de sua chegada as revistas “A NOSSA GENTE PEQUENA”, para crianças, e “A ESCOLA DOMINICAL”, para adultos.

Criança: É, faz muito tempo! Qual o segredo para continuar atraindo sempre tantas pessoas?

Escola Dominical: Esta é uma boa pergunta, meu filho. Realmente já estou com mais de duzentos anos... Mas o segredo é que eu me "renovo como a águia". As pessoas que vem aprender comigo são de todas as idades, por isso meu programa tem que ser continuamente atualizado e adequado a todas as idades. Não envelheço porque caminho sempre junto com os meus alunos e alunas.

2ª Criança: E as coisas costumam acontecer exatamente como o planejado?

Escola Dominical: Ah, infelizmente não! Existem muitas coisas que atrapalham o meu bom funcionamento. Naturalmente, agora não dá para lhes dizer tudo...

Criança: Sim, mas a senhora podia nos falar um pouco sobre as dificuldades que vem enfrentando?

Escola Dominical: Está bem. Vocês sabem que vivemos na Escola Dominical como em uma família, não é? Quando, às vezes, nos esquecemos disso, então eu não posso ir muito bem. Há outras dificuldades... Quando, por exemplo, os professores não se preparam bem para desenvolver sua missão; ou quando os alunos não estudam a lição em casa e conseqüentemente não contribuem muito no estudo em classe; quando os horários não são respeitados... Eu não me sinto nada bem quando as pessoas não me levam a sério! E há ainda aqueles que fazem de conta que eu não existo: não estão nem aí para mim.

Criança: A senhora deve ficar muito triste quando estas coisas acontecem, não?

Escola Dominical: Olha, fico muito, muito triste! (Agora com a voz mais animada:) Mas há também as muitas coisas boas que compensam: pessoas realmente preocupadas em estudar a Bíblia e conhecer qual a vontade de Deus para as suas vidas; os grupos se preparando para melhor servir a Deus; o Ministério da Escola Dominical se reunindo para planejar e avaliar as minhas atividades... Esta é a receita para que eu caminhe bem.

SEGUNDA PARTE - TESTEMUNHOS:

01 representante de cada segmento (01 criança, 01 jovem, 01 pai ou mãe falando do atendimento que o/a filho/a recebe, 01 idoso) partilhando sobre o que represente a ED na sua vida, o que acrescenta, etc. Quem sabe contar uma história que marcou...

Criança: Dona Escola Dominical, antes de irmos embora gostaríamos que a senhora soubesse que estamos muito felizes pelo fato da senhora existir e pela alegria que temos em conhecê-la e aprender de Jesus e da vida com a senhora!

Criança: Temos aprendido muitas coisas...

Criança: Temos aprendido a ser mais amigos e companheiros;

Criança: Temos aprendido a dar nossa contribuição para construirmos um mundo mais feliz como Deus quer;

Criança: É... a senhora tem nos ajudado a crescer como Jesus: em estatura, sabedoria e graça.

Criança: Damos graças a Deus porque podemos contar com a senhora, Dona Escola Dominical! E porque a cada domingo podemos estar aqui para aprender mais.

Criança: Em nome de todas as crianças a quem a senhora ajuda queremos lhe agradecer.

Criança: Em nome de toda família que a senhora orienta queremos lhe falar da nossa felicidade.

Criança: Em nome de toda a Igreja de Jesus queremos lhe dar os parabéns por mais este aniversário. Como presente preparamos uma música em sua homenagem, esperamos que goste e que anime ainda mais nossos encontros dominicais.

Música: Domingo é um dia especial (CD Missão:Aventura Possível)

Terceiro Momento (logo após os testemunhos):

Escola Dominical: Muito obrigada, crianças! Quero cumprimentar a todos aqueles que de alguma forma contribuem para o meu bom funcionamento: professores, coordenadores, alunos. Sem a ajuda de todos vocês, eu não poderia existir.
Sem o empenho e o compromisso de todos vocês eu não cumpriria a contento minha missão enquanto agência de formação da Igreja, enquanto espaço de reflexão bíblica e preparação para o ministério para o qual Deus tem chamado a cada um.
E se você ainda não é meu aluno, experimente participar e descubra o quanto nossos encontros são especiais.

Fonte:
http://www.metodista.org.br/

1 comentários :

Rocio disse... [Responder o Comentário]

Me encanto!!! Dios te siga bendiciendo, lindo e importante material!! que Dios te continue inspirando!!!Besos TQM